Bolsonaro libertou médicos cubanos da semiescravidão

Cento e cinquenta médicos cubanos tentam na Justiça o direito de ganhar o mesmo salário dos outros médicos 
Bolsonaro exigiu que cubanos recebessem salário integralJosé Lucena/Futura Press/Estadão Conteúdo - 16.11.2018
Os suspeitos de sempre intensificaram a gritaria contra Jair Bolsonaro após Cuba abandonar o programa Mais Médicos do Ministério da Saúde. O presidente eleito seria o responsável pela saída dos cubanos ao impor mudanças nas relações de trabalho deles no Brasil.

Ora, mas o que de tão estapafúrdio exigiu Bolsonaro? 

Em sua conta no Twitter, ele disse que condicionou a continuação do programa a três itens: 1 - aplicação de testes de capacidade; 2 - salário integral aos profissionais cubanos; 3 - liberdade para trazer suas famílias.

Quem poderia se opor a isso?

Quem acha justo que um trabalhador seja tungado por um governo déspota? 

Quem seria contra a convivência de um pai com seus filhos?

Com certeza, os que não aceitam que o País, como é natural em qualquer regime democrático, mudou o pêndulo para a direita. Mas é querer demais dessa gente que ainda reza por uma cartilha do século passado, com um conceito extravagante de democracia. Por ela, Cuba não é uma ditadura, assim como Maduro é um grande estadista. 

Na verdade, por mais que doa no coração das aves agourentas, o discurso de Bolsonaro sobre o tema tem caráter humanitário. Por força de um convênio assinado por dois governos (um abusivo, outro conivente), 8.332 médicos cubanos trabalham em território brasileiro em condições análogas à semiescravidão.

Matéria publicada no R7 revela que o drama dos cubanos pode ser ainda maior.


Cento e cinquenta profissionais que deixaram o Mais Médicos tentam na Justiça obter o direito de trabalhar no Brasil ganhando o salário integral. Um deles, identificado apenas pela inicial R, afirmou que "não achava justo ficarmos apenas com 25% do salário. Além disso, casei com uma brasileira e tive um filho. Queria continuar aqui”.

Ou seja, ao contrário do que se propaga por aí, ao invés de 30% do salário, sobram apenas 25% dos R$ 11.865,50 pagos mensalmente.

É humilhante. 

Por isso, tantos desertaram. 

Por isso, tantos querem permanecer aqui e lutam para receber o salário que lhes é devido. 

Pelo colapso da saúde pública nacional, os médicos cubanos tornaram-se fundamentais para o atendimento de 28 milhões de brasileiros em 2.857 municípios espalhados por todo o país, notadamente, nos lugares menos favorecidos pela ação do Estado.

A presença deles entre nós evita o agravamento de uma situação que já é grave, mas que sejam tratados com a dignidade que merecem. 

Não como escravos.

Fonte: R7



from Ebahia News https://ift.tt/2FsI5jp

COMMENTS

Nome

ADEB,1,Bahia,348,Brasil,426,Brasília,1,Camaçari,1,Cláudia Wild,3,Colunista,3,Colunista Jovem,3,Condeúba,5,D'jane Silva,6,Denúncia,23,des,1,Destaque,854,Economia,35,Educacao,11,Elizeu Rosa,19,Entretenimento,58,Esporte,19,Eunápolis,19,Feira de Santana,30,Governador Mangabeira,10,Ilhéus,21,intretenimento,5,Itabuna,23,Jequié,76,Lauro de Freitas,4,Mundo,85,Noticias,1146,Politica,552,Porto Seguro,15,Presidente Tancredo Neves,6,Salvador,428,Saúde,12,Segurança Pública,3,Teixeira de Freitas,22,Vitória da Conquista,33,
ltr
item
Âncora News: Bolsonaro libertou médicos cubanos da semiescravidão
Bolsonaro libertou médicos cubanos da semiescravidão
https://img.r7.com/images/ae-jair-bolsonaro-coletiva-mais-medicos-16112018112959526?dimensions=660x360
https://1.bp.blogspot.com/-GbruSXSSjBs/W-854uNZ12I/AAAAAAAAEvI/GctvBhX6GgIwN7nj7VTCJd-0Ge9HiZ2_ACLcBGAs/s72-c/IMG-20180721-WA0034.jpg
Âncora News
http://www.ancoranews.net/2018/11/bolsonaro-libertou-medicos-cubanos-da.html
http://www.ancoranews.net/
http://www.ancoranews.net/
http://www.ancoranews.net/2018/11/bolsonaro-libertou-medicos-cubanos-da.html
true
563360971225838415
UTF-8
Todas as publicações Não foi encontrada nenhuma postagem VER TUDO Mais informação Resposta Cancelar resposta Delete Por Home PAGES POSTS View All RECOMENDADO PARA VOCÊ LABEL ARQUIVO SEARCH TODAS AS PUBLICAÇÕES Não encontrou nenhuma correspondência de pós com seu pedido Voltar Início Sunday Monday Tuesday Wednesday Thursday Friday Saturday Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez just now 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Yesterday $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago more than 5 weeks ago Followers Follow THIS PREMIUM CONTENT IS LOCKED STEP 1: Share. STEP 2: Click the link you shared to unlock Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy